Blog do Rodrigo Mattos

Arquivo : Vinicius Jr

Vinicius Jr opta por Real por chance como titular, salário e acordo com Fla
Comentários Comente

rodrigomattos

Após meses de assédio, o Flamengo anunciou que fechou negócio com o Real Madrid para venda de Vinicius Jr. que só vai se transferir a partir de 2018. Uma reviravolta em cenário de dois meses atrás quando o Barcelona estava mais próximo do atleta. Vinicius Jr. optou pelo time madrilenho por mais chances de ser titular, maior salário e um acordo consensual com o Flamengo.

Monitorando o jogador há pelo menos um ano, o Barcelona chegou a dar como bem próxima a contratação e se sentiu traído. O staff do jogador chegou a visitar a cidade catalã. Mas as negociações com o Flamengo nunca evoluíram no valor desejado pelo clube carioca.

Em contrapartida, o Real Madrid passou a sondar o jogador enquanto negociava diretamente com o time rubro-negro. Pesou no ímpeto madrilenho a perda da corrida por Neymar para o Barcelona na saída do Santos. A intenção era que não se repetisse. Ao final de abril, Vinicius Jr avisou que preferia o time madrilenho.

Na escolha do jogador, foi levado em consideração de que no futuro entende ter mais chances de ser titular no Real do que no Barcelona. Explica-se: o trio Neymar, Suárez e Messi compõe o ponto alto do time catalão. Não que o ataque madrilenho seja menos forte com Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema. Mas o staff do jogador e ele entendem que há mais espaço para crescer ali no setor esquerdo do Real.

Além disso, o Barcelona evitava entrar em leilão e tentava convencer o jogador com a imagem do clube, de aproveitar mais jogadores jovens. O salário proposto pelo Real Madrid foi superior ao do time rival.

Para completar, o time madrilenho fez a negociação com Vinicius Jr. casada com o Flamengo. Tanto que a renovação de contrato do jogador até 2019 foi anunciada pouco antes de concretizada a transferência do atleta. E o atacante não mostrou em nenhum momento intenção de brigar com seu clube de origem. Ou seja, o atleta também deu preferência para o clube que atendeu melhor os interesses rubro-negros.


Vinicius Jr pode decidir data da saída do Fla, Real pode pedi-lo em 2018
Comentários Comente

rodrigomattos

Com Vinicius Castro

Com sua venda acertada, o atacante Vinicius Jr. terá a palavra final sobre a data da sua saída do Flamengo para o Real Madrid. O clube madrilenho tem a prerrogativa de pedir para que o jogador vá para a Espanha já no meio de 2018 quando ele for maior. Mas, se Vinicius Jr quiser, pode pedir para ficar mais seis meses ou um ano.

O acerto foi necessário porque a negociação foi feita como uma promessa de venda. Como menor, aos 16 anos, Vinicius Jr. não pode ser negociado ou registrado pelo Real Madrid. Esse tipo de operação já foi feita com outros clubes e é legal desde que com a concordância do time original do atleta.

Por isso, foi feita uma operação casada da renovação de seu contrato com o Flamengo com aumento de multa ao mesmo tempo que se fechou a negociação por € 45 milhões (R$ 164 milhões) com o Real Madrid. Seu compromisso com o time rubro-negro ia até o meio de 2019.

A questão é o amadurecimento do jogador que só agora subiu para o profissional do Flamengo. Se entender que o jogador está pronto no meio de 2018 o time madrilenho já pode requisita-lo sem que o time carioca possa barrar sua saída.

Mas, se o Real não quiser o jogador em um ano, já está engatilhado um empréstimo para que ele fique no Flamengo por mais seis meses ou por mais um ano. Mas, em todos os casos, a vontade do jogador vai prevalecer. Obviamente, a vontade do clube espanhol que terá seus direitos vai pesar sobre ele neste cenário.


Entenda por que norma da Fifa induz Fla a vender Vinicius Jr
Comentários Comente

rodrigomattos

O Flamengo tinha como intenção renovar o contrato de Vinicius Jr, mas provavelmente terá de fazer isso associado a uma venda antecipada ao Real Madrid. Isso se explica pela norma da Fifa que proíbe clubes de assinarem com jogadores de menos de 18 anos por períodos iguais aos maiores. Assim, fica difícil para times nacionais segurarem atletas que estouram ainda menores.

Atualmente, Vinicius Jr tem contrato até o meio de 2019, o máximo permitido quando da assinatura no meio do ano passado, com multa de 30 milhões de euros. Desde o final do Campeonato Sul-Americano sub-17, a diretoria do Flamengo intensificou a negociação para fazer um novo contrato. Mas ali já era maior o assédio de grandes times europeus.

Então, o clube rubro-negro passou a viver a seguinte situação: perderiam o jogador por esse valor em 2018 por 30 milhões de euros. Por que? A cláusula 18 do estatuto de status e transferência do jogador da Fifa estabelece que o atleta pode se transferir para fora do país quando for maior, e limita aos três anos o contrato com menor. Ou seja, os times brasileiros só têm como segurá-los até os 19 anos. Pela lei brasileira, eles poderiam assinar por cinco anos, e ficarem até 21 anos.

“Já se tentamos mostrar na Fifa que esse prazo tinha que ser aumentado. Mas os europeus, na verdade, querem reduzir a norma para poderem assinar a transferência com 17 anos. A tendência parece ser manter como está”, contou o advogado Marco Motta, especialista em transferência e que já fez parte de comitês da Fifa. “Desse jeito, não tem como segurar.”

Os comitês para julgamentos de casos de transferência na fifa rejeitam qualquer cláusula que estabeleça uma preferência para prolongar o contrato. Há uma jurisprudência nesse sentido. Assim, não adianta o clube tentar se precaver com esse tipo de mecanismo.

Ressalte-se que a norma da Fifa tem como razão a tentativa de reduzir o tráfico internacional de menores já que empresários levam jogadores para a Europa às vezes em condições precárias. Isso ocorre, em geral, com atletas da África e da América do Sul.

“Não só no Brasil, mas em todo mundo essa é a norma mais criticada pelos clubes. Isso porque um time da Espanha, menor, por exemplo, também pode perder o jogador para outro grande”, contou o advogado Eduardo Carlezzo, outro especialista em direito esportivo internacional. “Pelo ângulo do jogador famoso e que vai ganhar dinheiro, pode não fazer sentido. Mas tem o lado do jogador menor desconhecido. A Fifa parte do pressuposto que tem que proteger.”

Carlezzo defende que deveria ser respeita a legislação de cada país, sem uma limitação da Fifa. Neste caso, os clubes brasileiros poderiam fazer contratos de cinco anos e segurar seus jogadores até os 21 anos. Na Espanha, esses acordos poderiam valer até seis anos.

Ao negociar uma possível transferência junto com a renovação, o Flamengo consegue garantir a extensão do contrato de Vinicius Jr, aumentando sua multa rescisória. Ao mesmo tempo, garante ao Real Madrid a compra dos seus direitos por 45 milhões de euros. O clube brasileiro aumenta seu ganho, e talvez estenda a permanência do atleta, o espanhol garante sua ida para Madrid, e Vinicius Jr lucra com a operação. Ressalte-se que não há nada assinado, nem a negociação foi concluída.

 


Para Barça, Vinicius Jr. quebrou promessa verbal ao preferir Real
Comentários Comente

rodrigomattos

O Barcelona viu como uma quebra de uma promessa verbal a negociação avançada entre o rubro-negro Vinicius Junior e o Real Madrid. Representantes do clube catalão dizem que o jogador tinha uma espécie de acordo de que atuaria por lá, mas foram avisados por empresários dele que tinham preferido o time madrilenho. A diretoria rubro-negra diz que não há nada fechado, nem perto disso.

Há pelo menos um ano que o Barcelona monitora o atacante em seus jogos pela divisão de base do time carioca e da seleção brasileira. Em paralelo, o clube tinha conversas com empresários da Traffic que cuidam da carreira de Vinicius Junior sobre uma futura transferência já que o jogador tem menos de 18 anos.

Segundo representantes da equipe catalã, em todos esses contatos o jogador disse que iria para o Barcelona quando atuasse na Europa. Seus empresários também fizeram promessas similares, de acordo com fontes do time barcelonista. Havia assim a crença de que Vinicius Jr tinha uma conexão com o clube até por sua ligação com Neymar e com a Nike. Mas não havia nada assinado.

Para o Barcelona, foram os empresários do jogador que o convenceram a dar preferência ao Real por mais dinheiro já que o time catalão não entraria em leilão. O entendimento dos dirigentes do time de Neymar será a pior opção para Vinicius Jr pois o time madrilenho não sabe trabalhar bem com jogadores jovens contratados.

A diretoria do Flamengo trabalhava para a renovação do contrato do jogador principalmente após ele ser eleito o melhor do Campeonato Sul-Americano. E os representantes de Vinicius Jr levaram as sondagens ou propostas de clubes para o time rubro-negro. O fato de o Real ter entrado em contato com os dirigentes cariocas faz diferença.

A idade de Vinicius Jr é um trunfo e uma desvantagem para o Flamengo ao mesmo tempo. Primeiro, nenhum dos times europeus pode pagar € 30 milhões da multa de seu contrato agora porque ele é menor e não pode se transferir. Ao mesmo tempo, o clube só tem contrato até o meio de 2019 por limitação de legislação da Fifa e qualquer um poderia pagar essa multa no meio de 2018 quando ele será maior.

Para obter mais dinheiro do que isso, o Flamengo precisa renovar o contrato com o jogador e aumentar sua multa rescisória, talvez associada a conversa com um clube europeu. O empresário de Vinicius Junior, Lucas Mineiro, foi procurado pelo blog, mas não quis falar sobre a negociação.


Vinicius Jr estreará no profissional mais novo do que Neymar? Fla avalia
Comentários Comente

rodrigomattos

Melhor jogador do Campeonato Sul-Americano sub-17, o atacante Vinicius Junior voltará ao Flamengo ainda sem data certa para subir ao profissional. O departamento de futebol do clube vai avaliar a situação do jogador com cautela, sem querer apressar sua ascensão. O jogador, por exemplo, nem atingiu a idade de Neymar em sua estreia no Santos.

A diretoria do Flamengo tem evitado comentar especulações sobre o novo jogador, tanto em relação a assédio de clubes de fora quanto de seu início profissional. Até porque há a lembrança dentro do clube de como jogadores são exaltados por torcedores nas categorias de base e isso afeta seu rendimento futuro.

Assim, Vinicius Jr e Lincoln continuarão a fazer parte do projeto “Pratas do Ninho” enquanto se preparam para ter uma chance no profissional no futuro. Não estão inscritos no Estadual, e não entrarão nesta fase inicial da Libertadores. O Brasileiro, durante o ano, é que seria uma oportunidade para subirem. Por contrato, o destaque do Sul-Americano fica no Flamengo até 2019, quando terá 19 anos.

Em comparação, Vinicius Jr vai fazer 17 anos em julho, e Neymar estreou no Santos quanto tinha 17 anos e um mês em 2009. O craque do Barcelona rapidamente virou destaque santista e se tornou a revelação do Paulista. Seu brilho mais intenso, no entanto, chegou na temporada seguinte com títulos do Paulista e da Copa do Brasil.

Ex-coordenador da base da seleção, Erasmo Damiani, que trabalhou dois anos com Vinicius Jr. na CBF, disse que cada jogador tem seu momento certo para subir. É preciso analisar o físico e a cabeça, e colocá-lo de forma cadenciada. Mas ressalta que há os que queimam etapas com sucesso.

“Os gestores do Flamengo são ótimos. Com a vivência que têm com ele, poderão decidir o momento. Ele pode voltar do Sul-Americano com uma vontade muito grande de sobressair e surpreender. O Gabriel Jesus, por exemplo, a gente sabia que tinha potencial, mas quem achou que ele chegaria tão rápido a titular da seleção? O futebol às vezes é prematuro”, analisou Damiani, que vê grande potencial e boa cabeça do jogador. “O que ele não pode é ser salvação. Tem que ser como o Neymar (o processo de subida).”

Na seleção, Vinicius Jr teve sua carreira também construídas aos poucos, tendo iniciado pelo time sub-15. Boa parte daquele equipe subiu com ele para o sub-17, tornando-se um elenco que jogou junto durante dois anos até o título do Sul-Americano. Além de Vinicius Jr, o Flamengo recebeu de volta Lincoln, que acabou com cinco gols no torneio, e o lateral Wesley e o zagueiro Patrick. Os dois primeiros são presença praticamente certa no Mundial sub-17 na Índia, em outubro.


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>