Topo

Histórico

Categorias

Flu sofre nova penhora e pode ter retida a renda da Globo

rodrigomattos

01/08/2013 06h00

( Para seguir o blog no Twitter: @_rodrigomattos_ )

Em meio a uma crise nas finanças e no campo, o Fluminense sofreu nova ação de penhora das suas rendas por conta de dívida fiscal e corre o risco de ter bloqueados os repasses sobre direitos de transmissão feitos pela Globo. No mínimo, o clube sofrerá uma perda de 5% de toda a sua renda bruta.

A agremiação tricolor atravessa problemas financeiros que vão desde os processos com cobranças de débitos até a redução do investimento da Unimed. Isso resultou em dois meses de salários atrasados para o elenco.

E, em 12 de julho, a procuradoria da Fazenda Nacional entrou com nova execução fiscal referente à dívida por não pagamento de contribuições previdenciárias. São exigidos R$ 5,5 milhões do clube.

Intimado a apresentar bens para para penhora, o Fluminense ofereceu 5% de sua receita bruta. Caso a proposta não fosse considerada suficiente pelo juiz, o clube disponibilizou "as receitas decorrentes do contrato de televisionamento celebrado com a Globo Comunicações". Já foram penhorados recursos de venda de atletas e de bilheterias, entre outros.

O clube tricolor ainda pediu a transferência da ação, da 7a Vara Federal para a 10a Vara. O objetivo é juntar todos os processos fiscais sofridos pelo Fluminense em um lugar para que seja estabelecido um percentual fixo de retenção de dinheiro.

Mas isso não tem sido aceito pela Justiça Federal até agora. Por isso que o Fluminense tem feito pleitos até ao governo federal para tentar controlar as penhoras sobre suas rendas que os tem asfixiado. Isso fica claro em uma parte da defesa do clube que fala em "excessivas penhoras realizadas nos outros processos".

O clube das Laranjeiras é réu em incontáveis processo fiscais na Justiça Federal. Conseguiu suspender vários deles durante o ano de 2013. Mas ainda está longe de resolver o caso. Uma das ações, por exemplo, está suspensa só até 7 de agosto. Depois disso, serão cobrados, de novo, R$ 5,8 milhões de imposto de renda não pago pela entidade.

Não é à toa que o problema do Fluminense está longe de se limitar ao que ocorre dentro de campo, em que trocou o treinador Abel Braga por Vanderlei Luxemburgo. Membros da diretoria reconhecem que a principal questão que afeta o time é a falta de dinheiro.

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Blog do Rodrigo Mattos