Blog do Rodrigo Mattos

Campo do Itaquerão terá instalação de grama sintética e resfriamento

rodrigomattos

( Para seguir o blog no Twitter: @_rodrigomattos_ )

Aprovado pela Fifa nesta semana, o campo do Itaquerão, sede da abertura da Copa-2014, passará pelos preparativos finais em novembro com a instalação de fibras de grama sintética e a ligação do sistema de resfriamento. O objetivo é fixar melhor os tufos e evitar a queima de partes do gramado durante o verão.

O gramado escolhido pelo Corinthians é do tipo Ryegrasse, muito utilizado em estádios europeus, mas não no Brasil. Os itens para sua manutenção são a iluminação para fazer o papel do sol, o resfriamento para combater temperaturas altas e a grama sintética em pequenas proporções para fixa-lo melhor.

A grama sintética vai ser instalada provavelmente na próxima semana. A informação foi dada ao blog pela equipe que cuida do campo durante o seminário do COL (Comitê Organizador Local) para gramados.

As fibras sintéticas podem representar até 6% dos tufos, segundo determinação da Fifa. Assim, uma máquina vai passar pelo campo instalando pequenas agulhas com fibras de 18cm encravadas no chão em meio à grama natural. As duas vão se entrelaçar o que fortalece os tufos naturais.

Fora do solo, a grama sintética terá 2cm, menor do que a natural que deve ser cortada em um altura entre 2,2cm e 2,5cm. ''O torcedor nem vai ver'', explicou Rogério Santos, da World Sports, que cuida da grama do Itaquerão.

O sistema de resfriamento do gramado já está instalado no campo do estádio de abertura da Copa. Só que vai ser ligado de fato agora em novembro. A intenção é evitar os efeitos do verão sobre a grama.

''Já passamos uns apuros. Três vezes a grama deu uma queimada. O verão será o teste para o gramado'', contou Santos.

Há sensores embaixo do campo do Itaquerão que identificam quando a temperatura está acima de 25o. Neste caso, automaticamente, é ligado um sistema de resfriamento por meio de água para abaixar a temperatura.

Outra medida que já vem sendo adotada é a iluminação do campo para que o gramado se mantenha verde. Explica-se: quase não bate sol no gramado do Itaquerão por conta da posição do estádio e sua cobertura. Só incide a luz solar duas horas por dia, durante o verão.

Tomadas todas essas providências, os responsáveis pelo campo do Itaquerão explicam que ao final de novembro já haverá plena condição de utilizar para um jogo. Neste início do mês, já poderia ser realizada uma partida, mas deve se evitar porque ainda faltam essas medidas finais.

O gramado do Itaquerão tem sido elogiado por representantes do comitê da Copa-2014 até agora pela qualidade apresentada, ao contrário de outros estádios como o Maracanã.