PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Rodrigo Mattos

Pelo padrão Fifa, Itaquerão tem três meses para conclusão

rodrigomattos

04/12/2013 06h00

( Para seguir o blog no Twitter: @_rodrigomattos)

Pelo padrão adotado pela Fifa nas últimas Copas do Mundo, o Itaquerão tem três meses como prazo limite para ser concluído para se manter como abertura no Mundial-2014. Ressalte-se que nem a federação internacional, nem o COL (Comitê Organizador Local) trabalham com previsão para o estádio ou com período máximo para a construção após o acidente que matou dois operários, na última semana.

Só que o estádio de jogo inicial mais tardio da era moderna do Mundial foi o Soccer City, entregue pela África do Sul no dia 3 de março. Faltavam 99 dias para a Copa-2010.

Nesta ocasião, tudo foi feito de forma apertada. Um teste com escolares foi realizado em abril, e o jogo inaugural com a seleção sul-africana ocorreu em maio, um mês antes da abertura, em 11 de junho de 2010. As obras redondezas da arena foram finalizadas a poucos dias do jogo de abertura.

No caso do Itaquerão, membros do COL admitiram ao blog que, no momento, não há como garantir que ele ficará pronto em fevereiro. Ainda esperam o laudo técnico para ter um novo cronograma de obras.

A maior preocupação na Fifa é descobrir quando será possível tocar a construção em ritmo normal novamente, visto que há uma interdição dos guindastes e de 5% da arena. E teme-se novos bloqueios nos trabalhos por ações judiciais.

Para combater essa dúvida, o discurso dentro do COL é de que a Odebrecht é uma empresa capaz de resolver problemas burocráticos rapidamente e desembargar o uso dos guindastes, essenciais para concluir a cobertura. E apontou que advogados ficarão atentos para combater ações para paralisar as obras.

Oficialmente, o discurso da cúpula da Fifa é confiança no Itaquerão, como deixaram claro o presidente, Joseph Blatter, e o secretário-geral, Jérôme Valcke.

Se tudo der certo, a construtora teria esses três meses para entregar o Itaquerão no prazo limite para testes. O Soccer City tinha complicações por ser maior com capacidade para 90 mil, mas em compensação prescindia de arquibancadas provisórias.

Na Copa-2006, na Alemanha, a arena de Munique foi entregue em maio de 2005, um ano e um mês antes do jogo de abertura. Na Copa de 2002, no Japão e na Coréia do Sul, o estádio de Seoul foi concluído no início de novembro de 2001, sete meses antes da partida inicial.

Ambos tiveram o começo de obras muito antes do Mundial, quatro anos de antecedência no caso dos coreanos. O Itaquerão teve início da construção em maio de 2011, dois anos e meio antes do acidente quando tinha 94% de seu total concluído.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Rodrigo Mattos