PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Rodrigo Mattos

Por Fan Fest, Fifa aceita patrocinadores de fora da Copa em SP

rodrigomattos

26/02/2014 16h46

( Para seguir o blog no Twitter: @_rodrigomattos_)

Para manter a Fan Fest em São Paulo, a Fifa teve que ser flexível e aceitar patrocinadores de fora da Copa em cinco exibições públicas que serão feitas na cidades. Atendeu uma demanda da prefeitura paulistana para conseguir realizar o evento sem gastos públicos.

A Fan Fest de São Paulo será realizada no Vale do Anhangabaú por um preço entre R$ 11 milhões e 12 milhões. Quem bancará os valores serão as empresas Playcorp e D+ Produções. Em troca de viabilizar esses custos, essas empresas poderão explorar patrocinadores e vendas de comidas e bebidas em outros telões pela cidade.

O blog apurou que, inicialmente, a Fifa era contrária a ideia. Não queria nenhum parceiro não-oficial do Mundial associado a um evento público. Só que a prefeitura informou que, se tivesse que bancar tudo sozinha, poderia mudar o lugar da Fan Fest, tirando-a do Anhangabaú. Então, as demandas da federação internacional implicavam em um custo de R$ 18 milhões.

Diante das ameaças de a festa ocorrer diferentemente do planejado, a Fifa decidiu aceitar que patrocinadores não ligados ao Mundial atuassem nos outros eventos desde que não sejam concorrentes dos oficiais. A lista de patrocinadores e apoiadores da Copa tem 20 empresas. Também houve redução dos custos.

São Paulo, que tem outros problemas da Copa para resolver, conseguiu uma solução para uma questão que aflige cidades como Recife e Rio de Janeiro. A cidade nordestina já se recusou a fazer Fan Fest, e a capital fluminense discute o seu modelo com a federação internacional.

Essa resistência das cidades-sede em aumentar seus gastos públicos com a Copa tem obrigado a Fifa a ser flexível. Afinal, é um das prioridades da entidade que sejam realizados esses eventos e, por isso, seus dirigentes aceitaram negociar com todas as sedes para viabiliza-los. É uma obrigação contratual das cidades organizar a festa.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Rodrigo Mattos