PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Organizador do jogo do Corinthians é processado por calote no Ceará

rodrigomattos

27/08/2014 17h00

Um dos organizadores do jogo entre Bragantino e Corinthians, na Arena Pantanal, pela Copa do Brasil, é acusado de calote e estelionato por outra partida do Brasileiro, no ano passado. Trata-se do empresário Fabiano Rodrigues, dono das empresas Xaxá Produções e Feito Eventos. Ele comprou a partida do time do interior e a realiza com a federação matrogrossesse de futebol. A equipe de Parque São Jorge não tem nada a ver com o negócio, pois joga como visitante.

Há um novo fenômeno de produtores de jogos que adquirem os direitos com os mandantes para transferi-los para outras praças e lucrar com a bilheteria, tudo com a anuência da CBF. Esse tipo de negócio começou no Nacional do ano passado com o surgimento das novas arenas da Copa-2014 em centros de poucas tradição no futebol.

"Acertamos uma cota fixa com o Bragantino que não posso revelar", explicou Fabiano Rodrigues. Segundo ele, já foram vendidos 28 mil ingressos, de um total de 39 mil postos à venda. Os bilhetes estão sendo comercializados entre R$ 35,00 e R$ 100,00.

Com a previsão é de uma renda alta, haverá uma divisão entre a federação e a Feito Eventos, em uma proporção não anunciada. "O empresário entrou junto conosco na produção. Nós estamos trabalhando juntos pela realização do jogo. Não querem fazer só esse evento. Dependendo de como funcionar, haverá outros", contou o presidente em exercício da federação matogrossense, Helmute Lawisch.

Uma negócio similar foi feito por Rodrigues, com a empresa Xaxá Produções, no jogo Portuguesa e Flamengo na Arena Castelão, pelo Brasileiro-2013. Sua empresa obteve uma renda de R$ 810 mil, e ele deu alguns pagamentos à federação local e ao estádio.

Só que os administradores da Arena Castelão o acusaram de não pagar o aluguel, e a Federação Cearense reclamou que diversas taxas não foram quitadas. Há um inquérito policial sobre o assunto. Rodrigues alegou que quitou todos os valores, e afirmou que foram desacordos comerciais.

Em processo na Justiça Cearense, a Arena Castelão já ganhou o direito a um pagamento de R$ 157 mil pela Xaxá. A Federação Cearense entrou com uma queixa-crime contra o empresário e a Paxá por estelionato com a alegação de que não foram quitadas despesas com segurança, quadro móvel e lanches de funcionários.

"A empresa teria recebido o dinheiro e sumiu", afirmou o advogado da federação, Eugênio Vaszques. "Foi apresentada queixa por 171, estelionato, e apropriação indébita. Já foram ouvidas várias pessoas. Faltava ouvir o próprio Fabiano", alegou Vazquez. O blog não conseguiu confirmar com o delegado para saber o andamento do caso, mas é certo que a investigação não foi concluída.

Rodrigues nega todas as acusações. "Teve um desacordo comercial entre um sócio meu e a federação. Era outra empresa, a Xaxá. Esse sócio não tem relação com a Feito Eventos. Queria que você não divulgasse isso", defendeu-se o empresário. "Estelionato é outra coisa, cheque sem fundo. Ninguém falou disso lá."

O empresário afirmou ter ido à audiência do inquérito da polícia civil que não teve a presença do advogado da federação. "Esse meu sócio já fez outros dez eventos depois disso e não teve nada. Não tem porque voltar a isso."

Mas a dívida da Xaxá Eventos, que deu lugar a Feito Eventos, continua na Justiça do Ceará. E Rodrigues pretende organizar outro jogo na Arena Pantanal, desta vez, entre Flamengo e Goiás, pelo Brasileiro. Faltam detalhes para a mudança do jogo. Com a intenção de movimentar as arenas da Copa, a CBF tem aprovado a maioria das alterações de mando de campo.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Blog do Rodrigo Mattos