PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

CPI descobre que Marin lucrou quase R$ 1 mi com Copa-2014

rodrigomattos

10/11/2015 15h48

A CPI do Futebol descobriu que o ex-presidente da CBF José Maria Marin recebeu pagamentos de R$ 985 mil do COL (Comitê Organizador Local). O dinheiro teria sido dado ao cartola a título de distribuição de lucros e foi registrado em sua declaração de imposto de renda a qual a comissão teve acesso após quebra de sigilo. Agora, resta apurar se o pagamento é indevido.

Como presidente do órgão, Marin era sócio do COL em modelo idealizado na época de Ricardo Teixeira. Assim como o antecessor, o dirigente tinha um percentual pequeno de cotas do comitê organizador, 0,01% do total, o restante pertencia à confederação.

Havia uma previsão de distribuição de lucros pelo estatuto do COL que não necessariamente seguiria o percentual de cotas. Sempre se descartou que qualquer dirigente fosse receber. O que Marin tinha direito era ao salário de presidente do comitê. Mas, agora, surge um pagamento por lucros. Não há registro até agora de que a CBF tenha recebido lucro do comitê.

A CPI ainda tenta apurar mais dados relacionados a esse pagamento ao ex-presidente da CBF para saber se era indevido de fato. Para isso, fez o requerimento de quebra de sigilos bancários e fiscal do COL (Comitê Organizador Local) e dos demonstrativos de resultados e lucros do comitê.

Também foi pedida a quebra de sigilo telefônico e de internet de Marin. Esses requerimentos serão apreciados nesta quarta-feira em sessão secreta entre os senadores, juntamente com outros. É preciso um quórum de pelo menos seis parlamentares.

O caso de Marin é só uma das linhas de investigação da comissão. Há apurações relacionadas ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, a sua ex-namorada e às agências de viagens de Wagner Abrahão, entre outros.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Blog do Rodrigo Mattos