Blog do Rodrigo Mattos

Globo nega interferência e diz que times têm direito de transmitir Atletiba

rodrigomattos

Criticada por dirigentes, a Globo afirmou não ter tido nenhuma interferência na confusão relacionada ao cancelamento do Atletiba por conta da transmissão online. A emissora informou reconhecer o direito deles de passar o jogo. Nos bastidores, executivos da emissora ligaram para dirigentes dos times e da federação para tentar entender o problema.

A Globo fez uma oferta para o Campeonato Paranaense por meio da federação estadual. Atlético-PR e Coritiba não aceitaram pelo valor ser baixo. A emissora não negociou diretamente com esses clubes, e fechou contrato apenas com os outros e a federação.

''O Grupo Globo não tem contrato vigente com Atlético-PR e com o Coritiba nesta edição do campeonato paranaense. Portanto não temos interferência na decisão dos clubes e da Federação de não realizar a partida. Entendemos que cabe aos clubes dispor livremente dos direitos nos jogos em que se enfrentam, e estávamos cientes inclusive da transmissão via Internet'', afirmou a emissora por nota.

A Globo já tinha sido informada pelos dirigentes dos dois clubes que haveria a transmissão do jogo online bem antes do anúncio oficial. E não tentou atrapalhar, segundo a versão interna.

A emissora sempre tem dificuldades na negociação do Paranaense por conta da relação conflituosa entre Atlético-PR e federação. Os dois últimos contratos foram fechados em janeiro pouco antes do campeonato. Os dois clubes também preferiram fechar os contratos do Brasileiro com o Esporte Interativo.

À emissora, o presidente da federação, Hélio Cury, justificou o cancelamento do jogo porque os jornalistas em campo não foram credenciados dentro do prazo. Essa é a justificativa oficial.