Blog do Rodrigo Mattos

Sport põe preço inicial para saída de Diego Souza em R$ 30 milhões

rodrigomattos

Com Danilo Lavieri

O interesse do Palmeiras no meia-atacante Diego Souza esbarra em uma pretensão inicial do Sport de obter R$ 30 milhões para liberá-lo. Como quer manter o jogador, o time pernambucano só topa perdê-lo se houver grande recompensa financeira. Obviamente, o clube alviverde pode convencer o Sport a baixar essa pedida durante a negociação, especialmente se houver vontade do atleta de se transferir.

O presidente do Sport, Arnaldo Barros, não quer dizer o valor da multa de Diego Souza e afirmou que é ''impagável'' ao UOL Esporte. A um interlocutor, ele afirmou que o montante que aceitaria para deixar o jogador sair seria R$ 30 milhões – a multa é maior. Esse total foi confirmado por fonte ligada ao time pernambucano como patamar que sempre se trabalhou para eventual saída do jogador. Questionado, Barros repetiu que não falaria de valores.

Diego Souza assinou a renovação de contrato com Sport até o fim de 2018 com salário em torno de R$ 400 mil. Em janeiro, recebeu sondagem de time da China que foi rejeitada pelo time e pelo jogador. O Vasco também tentou contratá-lo em dezembro de 2016, sem sucesso. Ele está bem em Pernambuco, onde suas atuações o levaram de volta à seleção brasileira apesar de eventuais críticas da torcida.

Questionado pelo UOL Esporte se o Sport já estava em negociação com o Palmeiras, Arnaldo Barros ressaltou que só ele responde pelo time pernambucano e não comentou notícias sobre o assunto.

No Palmeiras, há a intenção de investir alto para conseguir um jogador para atuar como centroavante ou falso nove. Foi por isso a investida em Richarlison, do Fluminense, que chegou a R$ 40 milhões, mas não se concretizou. A Crefisa ainda investiu R$ 35 milhões em Borja. Ao contrário desses dois atletas, no entanto, Diego Souza tem 32 anos e dificilmente permitira a recuperação do investimento financeiro em uma venda futura. Até agora a parceira alviverde não foi envolvida na operação.

Há, portanto, vários empecilhos para a conclusão da negociação. Para a transferência evoluir, o Sport terá de baixar sua pedida e o Palmeiras decidir investir um bom dinheiro no jogador sem muita perspectiva de retorno financeiro futuro. O que conta a favor da transferência é o desejo do técnico Cuca de ter Diego Souza como o jogador que falta ao elenco palmeirense.