Blog do Rodrigo Mattos

São Paulo vende R$ 181 mi em jogador em 2017 para reformular elenco

rodrigomattos

No meio de 2017, o São Paulo já atingiu um total de R$ 181 milhões em negociações de jogadores. O objetivo da diretoria com as vendas é arrecadar e fazer uma reformulação no elenco tricolor. Ressalte-se que uma parte do dinheiro vai para detentores de fatias dos atletas, e os pagamentos são parcelados durante os anos. Ou seja, só uma percentual entra de fato nos cofres tricolores neste ano.

Foram sete atletas negociados até agora com a saída de Thiago Mendes (veja abaixo o valor de cada um). Desses, cinco são jogadores jovens revelados pelo São Paulo, Mendes era um titular absoluto do time, e Maicon já não vinha agradando à diretoria são-paulina.

As vendas vão servir para reformular o elenco do clube porque uma parte do dinheiro será destinado à compra de jogadores. A diretoria são-paulina avaliava que havia a necessidade de mudanças, além de ter aproveitado oportunidades de ofertas feitas por suas revelações. Mas as contratações podem não ocorrer de imediato e certamente não será usado todo o volume de recursos.

Primeiro, três dos atletas negociados eram fatiados (Luis Araújo, Thiago Mendes e Lyanco) e portanto outros clubes e empresários ficam com algum percentual da negociação. Há ainda comissões. Portanto, o valor líquido é menor do que o total recebido.

Além disso, a maioria das vendas foi parcelada com uma parte entrando neste ano e outras fatias nos próximos anos. Os clubes europeus, que compraram os jogadores, têm realizado operações dessa forma. Isso possibilitará ao São Paulo ter dinheiro certo para contratações futuras, ou tentar antecipar com desconto para trazer jogadores neste meio do ano.

Há, claro, um risco para o elenco são paulino que perdeu vários jogadores em meio ao Brasileiro em que o técnico Rogério Ceni tem dificuldade para fazer engrenar o time. Mas dirigentes lembram que Thiago Mendes e Maicon eram os únicos titulares absolutos quando saíram.

Sob o ponto de vista econômico, as vendas são ótimas para o São Paulo. O orçamento de 2017 previa um total de R$ 60 milhões em vendas. No meio do ano, esse valor já foi triplicado. Assim, já há a certeza de que o clube fechará com um superávit neste ano, provavelmente com larga margem. Em 2016, o São Paulo teve pequena sobra de R$ 1 milhão, depois de dois anos seguidos de rombo.

Thiago Mendes – € 9 milhões (R$ 34 milhões) – percentual – 80%

Luiz Araújo – € 10 milhões (R$ 37,7 milhões) – percentual – 70%

David Neres – € 12 milhões (R$ 45 milhões) – percentual 100 % – Pode receber mais € 3 milhões em bônus por sua participações em jogos do Ajax.

Maicon – € 7 milhões (Rç 26,4 milhões) – Pode receber € 1 milhão em bônus por jogos

Lyanco – € 6 milhões (R$ 22,6 milhões) – Pode receber lucro por negociação futura

Luisão – € 3 milhões (R$ 11,3 milhões) – Foi usado como parte do pagamento de Maicon ao Porto

Galván – € 1 milhão (R$ 3,8 milhões) – Pode receber mais € 2 milhões por participações no Real Madrid.