Blog do Rodrigo Mattos

Com rivais mal, Corinthians pode ser campeão com baixa pontuação no returno

rodrigomattos

Mais uma rodada em que o Corinthians perdeu pontos, mas manteve a vantagem de 10 pontos na liderança do Brasileiro. Com campanha ruim no returno, o time paulista aumentou sua diferença. Explica-se: os números indicam que as equipes do G4 (exceção ao alvinegro) têm um dos piores desempenhos nos pontos corridos.

No final de semana, o Corinthians empatou o clássico diante do São Paulo, mas o Grêmio perdeu do Bahia. Santos e Palmeiras venceram, e o time da Baixada assumiu a segunda colocação. Ambos têm pontuado melhor do que os corintianos, mas não para se aproximarem de forma consistente.

Diante desse cenário, o time de Parque São Jorge pode ser campeão mesmo que não recupere seu rendimento original. Mas ficará ameaçado se um dos outros times do G4 reagir e melhorar sua campanha. Vamos aos números.

No primeiro turno, o Corinthians teve o espetacular aproveitamento de 82,5% dos pontos. Mas, no segundo turno, acumula apenas sete pontos, com aproveitamento de 38,8%. Caso mantenha esse rendimento, acabaria com 69 pontos. É um patamar que não costuma levar a título: só aconteceu com o Flamengo em 2009 em um campeonato de baixa pontuação. Em outros casos, vices-campeões tiveram mais pontos.

Mas isso é justamente o que ocorre com os rivais corintianos: baixa pontuação para quem está na elite. O Santos tem o pior desempenho de um vice-líder com 25 rodadas. O único que o iguala era o São Paulo, justamente em 2009, com os mesmos 44 pontos.

Ora, se o time da Baixada mantiver o atual desempenho, acabará com 67 pontos. Ou seja, ficaria abaixo do Corinthians mesmo que o time de Fábio Carille continue a jogar mal, e mantenha o desempenho ruim do returno.

Em resumo, a não ser que os outros três times do G4 consigam melhorar consideravelmente seus rendimentos, o título não sairá do Parque São Jorge ainda que o Corinthians não volte a jogar como no primeiro turno.