PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Vasco tem dívida 'fantasma' com Globo há 15 anos

rodrigomattos

03/11/2017 04h00

O Vasco tem uma dívida com a Globo que não se sabe se de fato existe há 15 anos. Trata-se de uma pendência que atualmente é de R$ 46 milhões pelo balanço e que perdura desde 2003. Há no clube a informação de que é um débito já perdoado em negociação, mas ele continua a existir contabilmente.

Até 2003 as contas dos clubes eram uma caixa preta porque não havia obrigação de publicação de balanços. Foi naquele ano que se tornou público no balanço do Vasco o valor de R$ 58,460 milhões em dívida de longo prazo com a Globo.

Era um período após a briga entre o presidente vascaíno Eurico Miranda e a emissora, pela Copa João Havelange e pela CPIs no Congresso. Antes disso, o dirigente tinha relação boa com a Globo e conseguia antecipações de receitas, comuns também em outros clubes. A diferença é que o débito acumulado do Vasco em 2003 nunca foi cobrado, nem descontado de cotas.

É o que se constata na consulta aos balanços do Vasco de 14 anos, feita pelo blog. O valor variou pouco, sem reajustes de correção inflacionária. A diretoria do Vasco chegou a registrar o mesmo montante de débito (R$ 55,420 milhões) por sete anos seguidos. A maioria dos contratos de empréstimo costuma ter reajuste anual.

"A informação do Eurico dentro do clube é de que esse negócio está extinto. Faltou a parte contábil", explicou o presidente do Conselho Fiscal, Otto Alves de Carvalho Junior, que era aliado de Eurico e agora é opositor, apoiando a chapa de Fernando Horta. "Teria que ter um documento da Globo para baixar isso."

Por essa versão, Eurico teria negociado a extinção da dívida com a Globo ainda antes de sair do clube ao ser derrotado por Roberto Dinamite. Seria parte de um acordo de renegociação de contratos. Só que a dívida continua lá, registrada nas contas.

O blog procurou Eurico Miranda que não atendeu o telefone, e sua assessoria não esclareceu a questão. Procurada, a Globo não quis comentar. Às vésperas da eleição para presidência vascaína, o dado é relevante visto que só essa dívida com a Globo representaria quase 10% do total dos débitos vascaínos.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.