PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Após rusga, Barça entende ser viável negociar preço de Arthur com Grêmio

rodrigomattos

07/12/2017 09h37

Com Jeremias Wernek

A relação entre Barcelona e Grêmio azedou pela foto do jogador com a camisa do time espanhol, mas isso não inviabiliza uma negociação entre as partes na visão barcelonista. O time catalão entende que há campo para conversar sobre prazos e preço, e há o interesse mútuo do jogador no clube. Resta convencer o Grêmio a sentar a mesa após a irritação inicial.

O Barcelona tem interesse em Arthur há alguns meses. É um volante que tem o estilo que se encaixa no time, desenvolvendo o jogo de passes para o ataque. Poderia atuar ali na faixa em que estão Paulinho ou Rakitic.

Na versão barcelonista, o encontro com Arthur foi avisado pelo empresário do jogador Jorge Machado à direção gremista. Dirigentes do time gaúcho, no entanto, ficaram irritados e ameaçaram até ir à Fifa para denunciar por assédio. Só que, no entendimento do Barcelona, essa é uma barreira que pode ser superada até pelo interesse do jogador no clube.

A princípio, o clube catalão não quer Arthur imediatamente, iniciando uma negociação para levá-lo no meio do próximo ano. Essa intenção se intensificou no contato com o jogador já que houve boa impressão na conversa entre as partes. Isso casaria com a vontade do Grêmio que era só liberá-lo no meio de 2018.

Antes da foto, o Grêmio pensava em pedir um valor em torno de € 30 milhões por Arthur. Esse preço é visto como muito alto pelo Barcelona. A avaliação inicial era de que o jogador deve valer em torno de € 20 milhões em um mercado inflacionado. Mas há a consciência de que o Grêmio vai pedir mais.

O que se descarta é o pagamento da multa de € 50 milhões, um valor muito superior ao que tem sido pago por volantes no Brasil. É um montante visto como inviável. Se o Grêmio bater o pé neste valor, como disse seu vice de futebol, isso pode deixar contrariado o atleta.

Outros times sondaram Arthur como Inter de Milão, Juventus e Atlético-Madrid. Mas nenhum foi tão incisivo quanto o Barcelona que já manteve contatos próximos para estabelecer uma relação, e criou simpatia no jogador. O clube catalão sabe que podem surgir outros interessados, mas se vê na frente na corrida.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.