Blog do Rodrigo Mattos

Com contrato suspenso, Fla renegociará com Guerrero após definição de pena

rodrigomattos

O Flamengo está há um mês e alguns dias sem pagar salários a Guerrero já que seu contrato foi suspenso após anúncio de punição da Fifa por doping. A intenção do clube é esperar uma definição de sua punição ou o fim dela, seja em maio ou em data anterior, para negociar sua situação até o final da temporada, possivelmente estendendo o contrato.

A suspensão do acordo de trabalho de Guerrero foi feita em 8 de dezembro após o anúncio da Fifa de uma punição de um ano para o jogador. Anteriormente, a sanção era provisória e não permitia a suspensão. A medida vale até o fim da pena e foi aceita pelo jogador. Com isso, o clube pode economizar até R$ 3,6 milhões se a sanção se mantiver em seis meses.

Pela Lei Pelé, em seu artigo 28o, parágrafo 7o, o contrato do jogador pode ser suspenso se ele estiver impedido de jogar por motivos de sua responsabilidade, em um período de mais de 90 dias. Foi o caso de Guerrero punido por ter sido encontrado em sua urina um metabólico da cocaína, que é considerado doping, em jogo da seleção peruana.

Teoricamente, o Flamengo poderia estender seu contrato pelo período de sua suspensão se houver uma cláusula neste sentido. Mas a intenção do clube é aguardar a definição da punição e sentar na mesa para conversar com Guerrero e seus representantes sobre seu contrato. Provavelmente, será proposto que ele fique pelo menos até o final da temporada, com possibilidade de prazo mais longo.

Guerrero está suspenso até início de maio, mas seus advogados recorreram ao CAS (tribunal esportivo) para tentar diminuir a punição de seis meses. A intenção é marcar o julgamento para fevereiro. Aí, com uma sentença definitiva, o Flamengo poderá definir a situação do jogador. Oficialmente, o clube rubro-negro não comentar o caso.