Blog do Rodrigo Mattos

Vasco admite empréstimo de agente Carlos Leite por ‘dinheiro rápido’

rodrigomattos

Com Pedro Ivo de Almeida

O Vasco levantou recursos com o empresário Carlos Leite para quitar suas dívidas iniciais que tem com jogadores do clube. A informação, que tinha sido publicada inicialmente pelo ''Extra'', foi confirmada pelo presidente vascaíno, Alexandre Campello. Segundo ele, o motivo foi ter dinheiro rápido, e não haverá contrapartida.

O Vasco tem um compromisso de quitar os salários atrasados nesta primeira quinzena de fevereiro. Havia uma data marcada para o dia 5 que não foi cumprida, mas a diretoria diz que será pago até o final da semana. Campello confirmou recursos de Leite, sem informar o valor. O montante supera R$ 10 milhões, de acordo com apuração.

''Vai ter transparência. Não acho que é interessante divulgar agora. Mas vai aparecer no balanço'', disse ele, após ser perguntado sobre os valores. ''Não tem contrapartida. É importante para ele que o Vasco vá bem porque tem muitos jogadores no clube.''

Ao explicar porque pediu os valores a um empresário, Campello alegou dificuldades para obter o dinheiro no mercado. ''O empréstimo foi com condições abaixo do mercado. Precisávamos de dinheiro rápido. Para obter um empréstimo em banco, íamos precisar dar garantias.''

O blog confirmou que o agente emprestou o dinheiro, mas que espera que seja devolvido o valor antes de viabilizar novos aportes. Anteriormente, Leite já emprestara para o Vasco R$ 20 milhões na gestão do ex-presidente Eurico Miranda. Esses valores foram pagos com a venda de atletas como o volante Douglas.

Em 2017, o agente também pagou salários para o zagueiro Anderson Martins, que estava sem receber e tinha ido para o clube por influência dele. Além dele, o Vasco encaminhou a rescisão de Luis Fabiano, acertando o pagamento da dívida de forma parcelada.

Tags : Vasco