PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Clube chileno pede punição ao Atlético-MG na Fifa por dívida de Otero

rodrigomattos

10/05/2018 04h00

O chileno Huachipato entrou com uma ação na Fifa de cobrança contra o Atlético-MG por uma dívida de € 600 mil (R$ 2,5 milhões) pela transferência do meia Otero. Há um pedido dos chilenos para que o Galo seja proibido de realizar transferências de jogadores em duas janelas. Agora, o time mineiro terá de se defender na Fifa.

Após um empréstimo inicial, o Galo exerceu os direitos de compra do meia Otero com a obrigação de pagar € 800 mil por 50% dos seus direitos econômicos. Isso foi fechado em março de 2017. O valor seria dividido em duas parcelas iguais em agosto de 2017 e janeiro de 2018.

A primeira parcela não foi quitada pelo Atlético-MG. A partir daí, o Huachipato passou a mandar seguidos e-mails de cobranças ao Galo até o final do ano. O time mineiro não dava um prazo para pagamento ou sequer respondia, segundo a ação do clube chileno.

Em janeiro, o Huachipato ameaçou de ir à Fifa, o que levou o Galo a pagar € 200 mil, um quarto da dívida. Depois, o Atlético-MG não fez mais pagamento e o clube chileno deu um ultimato, sem resultado.

Então, o Huachipato perdeu a paciência e entrou com a ação na Fifa em março de 2018, por meio do advogado chileno Javier Gasman. Cobrou o pagamento dos valores com juros de 5% e pena ao Atlético-MG. Baseou-se no artigo 12bis do Regulamento de Status e Transferências de Jogadores da Fifa. Pelo artigo, há previsão de punição para clubes que tenha dívidas vencidas com o outro time.

O Comitê de Status de Jogadores da Fifa notificou o Galo em 2018: exigiu que fizesse o pagamento do valor devido ao time chileno ou que apresentasse defesa até final de maio. Se pagar, encerra-se a ação. Caso seja apresentada a defesa, o caso será julgado no Comitê.

Procurado pelo blog, o Atlético-MG informou que "os casos FIFA estão sendo objeto de contestação jurídica e algumas composições em curso".

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.