Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

VAR será usado em nove Estaduais em um total de 44 jogos

rodrigomattos

20/01/2019 04h00

Os Estaduais terão pela primeira vez a tecnologia do árbitro de vídeo nesta temporada de 2019: serão nove competições com o mecanismo. No total, a previsão é de que 44 partidas das competições regionais tenham o VAR, a maioria delas apenas nas fases finais. Campeonato mais importante do país, o Brasileiro ainda não tem garantia de usar a inovação.

A CBF promoveu um seminário no final do ano passado das federações estaduais com a IFAB (International Board ) e a Fifa para instrui-las sobre todos os protocolos do VAR. Ao final, nove decidiram por usar o mecanismo: São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Paraíba e Bahia.

No Paulista, haverá o maior número de jogos com um total de 14 partidas, seguido pelo Carioca, com 10. o Mineiro e o Gaúchão terão seis e quatro partidas, respectivamente. As outras federações usarão nas finais. Esses dados são da CBF.

"A implantação é deles. O apoio técnico para treinamentos dos árbitros foi feita. A CBF apenas encaminhou os pedidos à IFAB", contou Sergio Corrêa, um dos responsáveis pelo projeto do VAR na confederação. "Eles (federações) devem cumprir todas as exigências do protocolo."

Entre as exigências, estão o uso de árbitros de vídeo e campo certificados pela IFAB. Os nomes de cada participante das arbitragens e VAR devem ser informados ao órgão para aprovação.

Essa é como se fosse uma segunda etapa da implantação do VAR no Brasil que se iniciou com a Copa do Brasil no ano passado. "Todas às vezes que se utiliza, com certeza, agrega-se experiência e jogos para os árbitros", completou Corrêa.

A utilização do VAR no Brasileiro depende da aprovação do projeto financeiro que será apresentado pela CBF aos clubes. Em 2018, os custos levaram os times a reprovarem a implantação. A nova votação será no Conselho Técnico da Série A.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos