Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

'VAR é para erro claro e óbvio', diz coordenador da CBF

rodrigomattos

2025-03-20T19:16:25

25/03/2019 16h25

Durante o final de semana, jogos de São Paulo e Palmeiras tiveram jogos com decisões polêmicas de arbitragem sendo que o Paulista tem o árbitro de vídeo nesses jogos. A diretoria alviverde reclamou da Federação Paulista por não ter anulado gol do Novorizontino por uma mão do jogador. Questionado sobre o uso do VAR, e sem comentar os lances específicos, o coordenador do VAR da CBF, Sergio Corrêa, ressaltou que o árbitro de vídeo só deve ser usado para erros claros e óbvios, e não lance duvidosos.

No sábado, Murilo Henrique, do Novorizontino, botou a mão na bola antes de chutar contra a meta do Palmeiras em lance que acabou em gol no rebote. Era um lance para possível intervenção do VAR já que resultou em gol. O árbitro Rafael Klauss não mudou sua decisão, deu o gol e a FPF (Federação Paulista de Futebol) defendeu a decisão. Há um ângulo que mostra toque de mão, mas a questão é que a divisão de opiniões mostrou que o lance era duvidoso.

"A decisão original dada pelo árbitro não será alterada a menos que a revisão do vídeo mostre claramente que a decisão era um 'erro claro e óbvio'", afirmou Sergio Corrêa, que ressaltou que não viu os lances do Paulistas porque estava em treinamento no final de semana.

Em seguida, Corrêa explica como será definido que é um erro claro e óbvio: 1) Quase todo mundo (jogadores, técnicos, mídia, fãs, etc) concordaria que foi obviamente errado (com pouca ou nenhuma discussão/debate). 2) O árbitro imediatamente alteraria a decisão quando olhasse o replay do vídeo.

Em seguida, o coordenador de VAR da CBF ressaltou que o sistema deve ser para identificar erros claros, não tomar a melhor decisão. Neste contexto, o lance do Palmeiras é mão pela câmera lateral, mas é duvidoso pela câmera atrás do gol, o que gera dúvida. O suposto pênalti em Everton Felipe, do São Paulo, é um caso similar, em que há opiniões contra e a favor da marcação da falta após o toque no jogador são-paulino.

Antes dos Estaduais, a CBF promoveu seminários com a IAFB (International Board) e a Fifa com instruções para as federações estaduais aplicarem o uso do VAR. Houve treinamento para os representantes das federações.

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos