Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Por que CBF decidiu adotar nova regra desde o início do Brasileiro

rodrigomattos

2026-04-20T19:11:00

26/04/2019 11h00

A International Board (IFAB) definiu novas regras do futebol com mudanças relacionadas à mãos, cartões para comissão técnica e substituições. Essas poderiam valer a partir de junho. Mas a CBF decidiu implanta-las desde o início do Brasileiro por um motivo: não causar um desequilíbrio no resultado final do campeonato por conta do critério desempate.

Explica-se: uma das mudanças feitas na regra é de que as comissões técnicas se tornam passíveis de receber também cartões amarelos, além dos vermelhos que já estavam previstos. O regulamento do Brasileiro, em seu artigo 14, prevê que o número de cartões amarelos é o sexto critério de desempate na classificação, depois de número de vitórias, saldo, gols feitos, confronto direto e vermelho.

"Antecipamos porque teria um possível cartão para técnico no início do campeonato e depois outro no meio do campeonato, e um seria dado e outro não. Isso poderia afetar a classificação final. Foi só por isso", contou o novo presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba.

Além da regra do cartão amarelo, foi mudado o critério para mão. Jogada de ataque em que o atacante tocar com a mão e resultar em gol será anulada, independentemente da intenção do jogador. Caso ele se aproveite do braço para dominar em lance de gol, dá no mesmo. No caso da substituição, o jogador pode entrar ou sair por qualquer lugar do campo.

A novidade no Brasileiro é o uso do VAR (árbitro de vídeo). Sobre o mecanismo, Gaciba ressaltou que o mais importante é determinar até onde pode existir intervenção do VAR.

"Tem que ter uma linha de intervenção. Até onde o árbitro pode atuar? Esse é um erro claro?", analisou ele. Gaciba reconhece que definir quando atuar também uma questão de interpretação. "É para erro claro, se não, não deveria."

Pelo protocolo da Fifa e da IFAB, que será seguido pela CBF, o árbitro pode usar o VAR para situações de gol, pênaltis, cartões vermelhos e impedimentos. Nos Estaduais, ficou claro que não é fácil determinar o que é um erro claro.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos