Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Bilheteria do Palmeiras equivale às de Corinthians, Santos e SPFC juntas

rodrigomattos

2001-05-20T19:06:00

01/05/2019 06h00

Foto: Ale Cabral/AGIF

Disputando os principais títulos do ano, o Palmeiras tornou-se o primeiro clube brasileiro a ultrapassar o patamar de R$ 100 milhões em bilheteria em 2018. O valor de R$ 116,4 milhões é quase igual às arrecadações somadas de São Paulo, Corinthians e Santos, que totalizam R$ 118,7 milhões. É o que mostra um levantamento da Ernst & Young sobre as contas dos grandes paulistas.

Somado à alta com negociação de jogadores, o clube alviverde teve larga vantagem sobre a receita total dos rivais, ainda que o Corinthians tenha renda superior de televisão. No total,  o Palmeiras somou R$ 654 milhões no ano diante de R$ 470 milhões dos corintianos.

Em relação à bilheteria, o patamar recorde palmeirense tem relação direta com a construção do Allianz Parque e com o desempenho esportivo do time, envolvido em um grande número de jogos decisivos. Em 2018, disputou a final do Paulista, mata-matas em Copa do Brasil e Libertadores até as semifinais. Além disso, houve a campanha vitoriosa no Brasileiro com partidas relevantes no estádio.

Para entender a importância do Allianz Parque, o Palmeiras tornou-se líder de arrecadação com ingressos no Estado justamente em 2014 (ainda de forma tímida) que foi o ano de construção. Antes disso, chegou a ser o lanterna em bilheteria nos anos de 2010 e 2011. Desde então, tem levado vantagem, feita a ressalva que o Corinthians passou dois anos (2015 e 2016) sem registrar a bilheteria por pertencer ao fundo da arena.

 

Palmeiras saiu do último lugar em bilheteria para liderança desde 2014 (Gráfico Ernst & Young)

Nos últimos dez anos, como se pode ver no gráfico, o Palmeiras se aproxima de meio bilhão de reais em bilheteria. Não é possível a comparação com o Corinthians, que tem estádio novo e próprio, porque este não declarou dois anos o valor arrecadado. Mas fica claro sua superioridade sobre o São Paulo com um Morumbi mais antigo, que pouco evoluiu em termos de receitas.

Abaixo, podemos ver o gráfico de receita total de cada um dos quatro grandes paulistas nos últimos dez anos:

Em 2018, diferença de receita total do Palmeiras para Corinthians e São Paulo aumentou

É possível observar um claro incremento de receitas do trio de ferro nos últimos dez anos. Em paralelo, a distância para o Santos tem se alargado, especialmente na última temporada em que ele teve aproximadamente metade da renda de São Paulo e Corinthians, com apenas R$ 218 milhões. Uma das justificativas santistas é que a venda de Rodrygo para o Real Madrid só será contabilizada neste ano.

Apesar da evolução das receitas, é possível perceber que os gastos também tiveram incrementos no mesmo patamar entre os grandes paulistas. O estudo da Ernst & Young mostra que as rendas aumentaram 224%, enquanto os gastos com o departamento de futebol subiram 232%.

Uma demonstração disso é que, em 2018, três dos grandes (Santos, Corinthians e Palmeiras) tiveram aumento nas suas dívidas líquidas (passivo menos ativo circulante e depósitos judiciais). Isso se explica, no caso palmeirense, pela contabilização de 142 milhões em débitos com a Crefisa na negociação do aditivo do contrato, após a empresa sofrer multas da Receita Federal. Esse dinheiro foi justamente investido na compra de jogadores. Já Santos e Corinthians fecharam com déficits o ano.

 

São Paulo foi o único time paulista a reduzir a dívida, o maior aumento foi do Palmeiras pela Crefisa (Gráfico da Ernest & Young)

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos