Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Procuradoria do STJD deve denunciar Grêmio por injúria racial a Yoni

rodrigomattos

2010-05-20T19:04:00

10/05/2019 04h00

A procuradoria do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) deve denunciar o Grêmio por racismo de um torcedor seu contra o jogador do Fluminense, Yoni Gonzales. No vídeo da festejo do gol do colombiano, é possível ouvir a palavra macaco. O enquadramento deve ser no artigo que prevê multa para o clube, não de perda de pontos. O Grêmio investiga o caso para tentar punir o torcedor.

A partida pelo Brasileiro foi realizada no último domingo e terminou com uma virada do Fluminense que venceu por 5 a 4. Yoni marca o último gol e em um vídeo da comemoração dá para ouvir a palavra macaco vindo da arquibancada gremista.

Procuradores do STJD já analisaram o vídeo e constataram que houve, sim, a injúria racial. A tendência é por enquadrar o clube no artigo 243-G do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) que trata de racismo. Mas o Grêmio entraria no parágrafo 2 que trata de multa para torcidas que praticarem ato discriminatório. As multas vão de R$ 100 a R$ 100 mil.

Além disso, o torcedor teria de ficar impedido de entrar no estádio por prazo mínimo de 720 dias. O Grêmio teria de identificar o torcedor. O clube já está investigando o caso para tentar encontrar o torcedor.

O departamento jurídico gremista informou que já tomou "depoimentos de gandulas e stewards e pediu ajuda das redes sociais na identificação". Há dificuldade na identificação porque "a denúncia foi feita 24 horas depois do fim da partida", não há biometria naquela área e as câmeras da Arena ainda estavam voltadas para a torcida do Fluminense comemorando o quinto gol. "Mas o Grêmio segue investigando, buscando o culpado ou culpada", informou o jurídico gremista.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos