Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Cartola do Fortaleza reclama da Turner: 'Recebemos metade dos outros times'

rodrigomattos

28/06/2019 04h00

Um dos sete clubes com contrato com a Turner pelos direitos do Brasileiro, o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, reclama de ter tratamento diferenciado em relação aos outros seis times, Internacional, Palmeiras, Santos, Ceará, Bahia e Athletico. O valor do seu contrato é cerca de metade das outras equipes. Ressalte-se que isso está previsto no contrato entre as partes.

"Turner tem sete times na Série A. Seis têm um modelo de contrato, o outro é Fortaleza. Eles repartem um bolo R$ 115 milhões e R$ 120 milhões. E o Fortaleza não entra neste bolo e fica com R$ 9 milhões. Temos metade do contrato desses times. Turner só transmite 42 jogos do Brasileiro por causa do Fortaleza", afirmou o presidente do time cearense, Marcelo Paz.

Além disso, as luvas recebidas pelo Fortaleza foram de R$ 3 milhões, contra R$ 40 milhões para a maioria dos outros times. O Palmeiras ficou com R$ 100 milhões de luvas, o que gerou nova discussão entre os clubes que exigiram uma compensação. Após uma negociação, os outros seis times tiveram compensações, e o Fortaleza, não.

Na negociação do final de 2015 e início de 2016, os outros times assinaram acordos em que havia previsão de divisão pelas mesmas regras do montante da TV Fechada. É distribuído com 50% igual, 25% por audiência e 25% por posição. Então na Série C, a diretoria anterior do Fortaleza assinou acordo diferente.

Em 2019, Paz tentou negociar uma melhoria com a Turner. Houve negociações, mas, no final, a Turner rejeitou qualquer revisão no valor na última reunião em maio. "A justificativa é de que são contratos diferentes e tem que seguir nessa linha. Mas digo que estamos disputando a mesma competição. Sempre pregaram que fariam diferente. Não iriam privilegiar nenhum dos times. Eles fazem isso", protestou Paz.

O dirigente do time cearense não pretende romper o acordo porque resultaria em uma disputa judicial. "Estou altamente insatisfeito. Acho errado, e vai contra o que eles pregaram de igualdade", disse.

Segundo ele, clubes de status similar que têm contrato com a Globo, como Avaí e CSA, têm acordos bem mais benéficos. Seu contrato com a Globo para TV Aberta e pay-per-view também têm condições iguais na Aberta pelo menos.

Procurado pelo blog, a assessoria da Turner informou que não pronunciaria porque não fala sobre contratos de clubes.

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos