Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Odebrecht diz que ainda negocia dívida; Corinthians vê acordo fechado

rodrigomattos

14/08/2019 04h00

Em reunião no Conselho Deliberativo, na segunda-feira, a diretoria do Corinthians anunciou o acordo para solucionar a dívida com a Odebrecht referente à Arena Corinthians. A empreiteira diz que ainda há negociações, e não confirma uma conclusão das conversas. Já a diretoria corintiana entende como fechados os termos gerais do acordo. No meio do caminho, há uma série de condições para determinar o valor final a ser pago pelo clube.

Na segunda-feira, o presidente corintiano, Andrés Sanchez, anunciou aos conselheiros ter feito um acordo com a Odebrecht. Em explicação dada ao Conselho, o dirigente afirmou que o clube pagaria mais R$ 160 milhões para a empreiteira em um valor máximo – além do empréstimo com o BNDES/Caixa que soma mais de R$ 400 milhões.

Esse valor acordado seria referente ao que a Odebrecht Participações levantou para tocar a obra e pagar instalações provisórias para a Copa-2014. Esses recursos foram obtidos por emissão de debêntures pela empresa para a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 350 milhões. Com juros e outros itens, o montante chegou a um total entre R$ 500 milhões e R$ 600 milhões. Havia outra dívida com a construtora que foi quitada com os títulos municipais (CIDs).

Em relação a esses R$ 500/600 milhões, a informação é de que Corinthians e Odebrecht chegaram a um acordo macro sobre valores que seria de um pagamento de até R$ 160 milhões. Mas ainda há troca de minutas de contratos entre as partes em que estão sendo traçados diversos detalhes que podem alterar bastante as condições. A expectativa da diretoria corintiana é de assinar acordos na próxima semana.

Questionada a assessoria da Odebrecht informou: "A Odebrecht reforça que continua mantendo conversas construtivas com o clube em busca de uma solução que atenda à expectativa de ambas as partes".

Nas entrelinhas, a questão é que a dívida corintiana depende também do valor que a Odebrecht Participações vai conseguir de desconto sobre o que tem de pagar pelas debêntures emitidas para a Caixa. Esse processo deve se dar dentro do processo da Recuperação Judicial da empresa.

A ideia é que todo o desconto obtido pela empresa seja repassado para o clube que pagaria o valor que for definido no processo. E os termos do acordo devem prever que o Corinthians limite o pagamento a R$ 160 milhões, valor que poderia ser inferior se houver abatimento maior.

Em troca, o clube terá de dar a quitação das obras do estádio que poderiam ser alvo de questionamento em processo judicial. Isso porque um levantamento da diretoria corintiana indicava que havia partes inconclusas na arena.

Mas a questão não é tão simples e direta. Por que credores da empresa podem questionar o valor do acordo entre o Corinthians e a Odebrecht. Ou seja, a Caixa, que é o credor, pode exigir receber um valor maior pelas debêntures, sem tantos descontos. Neste caso, o valor a ser pago pelo clube pode ser afetado no entendimento de fontes envolvidas na operação.

Outro ponto a ser negociado é em que prazo seria feito o pagamento da dívida pelo Corinthians. Teoricamente, isso dependeria de quando a Odebrecht terá de quitar o valor pelas debêntures. Na reunião com conselheiros, Andrés não detalhou como seria feita a quitação, o que gerou dúvidas sobre a execução deste acordo. Quem analisa o processo de perto entende que a notícia é positiva para o clube se tudo andar bem em relação às condições complexas acertadas em conversas.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos