Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

CBF mostra falta de critério na liberação de jogadores de convocações

rodrigomattos

16/08/2019 17h51

Convocação da seleção principal: o técnico Tite diz que evitou chamar os jogadores na semi da Copa do Brasil e limitou-se a um atleta de cada um dos times. Convocação da seleção olímpica: o coordenador Branco afirma que não abre mão dos melhores e se nega a liberar Talles Magno, chamado para a sub-17, para jogar pelo Vasco.

As listas dos times brasileiros mostraram uma falta de critério da CBF para lidar com as contradições entre os seus jogos e os dos clubes. Um problema, aliás, criado pela própria confederação ao marcar jogos de campeonatos nacionais em datas-fifa que deveriam ser reservadas para a seleção. Há uma promessa de se resolver isso para o próximo ano, mas as disputas tendem a continuar em 2020.

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, afirmou ao blog que pediu à CBF a liberação dos seus jogadores da convocação assim como de outros que disputavam a semifinal. Não se sabe qual o peso deste pedido para Tite. Fato é que o técnico não chamou Everton mesmo ele estando suspenso da segunda semifinal contra o Athletico-PR.

"Você olhou o calendário? A final (da Copa do Brasil) é no dia 11. E o Grêmio pode estar ou não", explicou o técnico sobre poupar Éverton. Anteriormente, detalhara como evitou chamar mais de um jogador por time do Brasileiro. "As escolhas e a preferência têm um cuidado e uma ética para manter o equilíbrio da competição. Tem um critério técnico e um bom senso. Não tem por que gerar desequilíbrio (no Brasileiro)."

Antes disso, o diretor da seleção principal, Juninho Paulista, fazia a promessa de que a CBF resolverá as questões do calendário em 2020. E ressaltava que a entidade sempre tomava medidas para minimizar os problemas de cada time. Por conta da seleção principal, seis jogadores ficarão de fora de pelo menos uma rodada por seus times.

Não demorou nem uma hora para, na coletiva da seleção olímpica, mudar o tom. Ao responder sobre o atacante vascaíno Talles Magno, convocado para seleção sub-17 e que o clube não liberou, o coordenador olímpico Branco ressaltou: "Questão do Talles: a gente quer os melhores.  Não abre mão de ter os melhores, o top do top. Quando cheguei, não levava os melhores e não ganhava nada. O presidente Rogério decidiu que se o jogador for convocado: não vai mais ser desconvocado. Se não vai se apresentar por questão de legislação, é outro problema."

A posição de Branco indica que, no final, a CBF aceita poupar um jogador da principal em determinada situação (semifinal da Copa do Brasil) e não topa liberar outro da sub-17 (rodada do Brasileiro). Sob o ponto de vista do Vasco, o jogo do Brasileiro em que luta para não cair é tão relevante quanto o da Copa do Brasil para o Grêmio. E, apesar da juventude, Talles Magno se tornou uma figura central e seria titular diante do Flamengo.

Em uma comparação entre as listas, Tite evitou convocar mais de um jogador do mesmo time. Já André Jardine chamou dois são-paulinos para o time olímpico, Walce e Antony.

Questionado sobre esses pontos, Branco não viu procedimentos diferentes: "Não acho contraditório. Nossa linha é igual a da principal. A questão do Talles já respondi. A linha do Tite é essa do Jardine. Não é contraditório." Mesma posição adotou Jardine que afirmou que tenta evitar desfalques dos times em demasia. "No Torneio de Toulon, levamos um jogador de cada clube. Agora, chamamos mais de um do São Paulo, mas nunca dois titulares. Tem que entender que tem que ter essa parceira, esse bom senso."

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos