Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

O que a TV vai mostrar das imagens do VAR no Brasileirão

rodrigomattos

20/08/2019 04h00

A CBF anunciou que os torcedores vão poder assistir às mesmas imagens que os árbitros de vídeo durante as transmissões de televisão de jogos em que houver revisões de lances. Já existe uma conversa com a Globo que deve topar exibir os replays, segundo apurou o blog. Ainda não é certo se será viável mostrar para o torcedor nos estádios.

O chefe de arbitragem da CBF, Leonardo Gaciba, optou pela medida de transparência logo após a Premier League passar as imagens do VAR em suas transmissões. A confederação, então, buscou uma autorização da Fifa para fazer o mesmo.

Veja abaixo o que os torcedores poderão ver e como, e o que continuará restrito:

Tempo real e câmeras exclusivas

As imagens mostradas na TV serão em tempo real, isto é, o que o árbitro de vídeo estiver vendo passará para o telespectador. Assim, o torcedor poderá acompanhar o processo de decisão dos juízes em vez de ficar no escuro como atualmente. Há alguns casos em jogos em com poucas câmeras da TV que a CBF disponibiliza câmeras extras para completar o número mínimo de oito.

Quantas são as câmeras do VAR no Brasil?

O número varia entre 8 e 26 câmeras dependendo do interesse da emissora pela partida. Há jogos em que as TVs só levam 7 equipamentos e a CBF complementa para ter o número mínimo. E há jogos com imagens de mais de uma emissora e a CBF recebe o feed com todas as câmeras disponíveis.

Áudios de árbitros continuam privados

Não serão mostradas as conversas entre os árbitros de campo e os de vídeo. A CBF entende que há ali um tom mais informal e que proteger os áudios evitar expor os árbitros. Já houve exibição de áudios quando solicitados pela Justiça Desportiva ou para fins educativos como na apresentação feita por Leonardo Gaciba, da CBF, com relatório do VAR.

Efeitos especiais

Nos lances de impedimento, o torcedor poderá ver uma linha paralela às do campo para determinar se o atacante está ou não na frente do zagueiro. Não é apenas uma linha como fazia a Globo com o antigo tira-teima. Há também uma linha perpendicular que sobe para avaliar todo o corpo do jogador, com exceção dos braços que não contam para impedimento. Uma observação é que a câmera que pode verificar o impedimento é a paralela à jogada, não a que pega a imagem de trás ou da frente.

Imagens nos estádios

A ideia da CBF é exibir imagens do VAR nos telões dos estádios, mas isso ainda não é certo. Isso depende de acordo com os administradores dos estádios e da viabilidade técnica do telão. Nem todos estádios têm essa possiblidade, o que levou Gaciba a reconhecer que isso pode ser injusto com alguns torcedores. As imagens do VAR no estádio, no entanto, devem ser exibidas após o reinício do jogo porque há limitações pelas regras da Fifa.

 

 

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Mais Blog do Rodrigo Mattos