Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Conmebol endurece com torcida na Libertadores e dá multas de até R$ 800 mil

rodrigomattos

22/10/2019 04h00

O tribunal disciplinar da Conmebol endureceu as punições a clubes pelo comportamento de torcidas nas fases finais da Libertadores e da Sul-Americana e já aplica multas que chegam a US$ 200 mil (R$ 825 mil) com retenção de cotas de TV. Isso é resultado de regras mais restritivas para torcedores criadas pela confederação para este ano. Clubes como River Plate e Corinthians, Cerro Porteño já receberam penas pesadas.

A Conmebol tem tentado nos últimos anos melhorar a imagem das competições sul-americanas como parte do incremento da comercialização dos torneios. Isso foi prejudicado pelo episódio de violência na final da Libertadores de 2018 entre Boca Juniors e River Plate. Com isso, a Conmebol endureceu os regulamentos aumentando o número de proibições para torcidas para a atual edição.

Como resultado, a partir das quartas-de-final da Libertadores, sete dos oito clubes participantes tomaram alguma multa ou punição. A mais dura foi dada para o River Plate com retenção de US$ 200 mil (R$ 825 mil) por fogos de artifícios e sinalizadores no clássico diante do Boca Juniors, além de um jogo de portões fechados. O comportamento da torcida também provocou uma multa de US$ 200 mil para o Cerro Porteño, quando a torcida usou fogos e arremessou objetos no campo.

Punições menores, a maioria por fogos de artifício ou danos causados por torcedores, foram aplicadas para Flamengo, Grêmio e Internacional. Outros clubes como Palmeiras e Boca Juniors tiveram punições por procedimentos nos jogos, no caso alviverde, seus jogadores não deram entrevistas.

Na Sul-Americana, Atlético-MG, Corinthians, Fluminense e Colón foram punidos. A maior pena foi para o Corinthians com multa de US$ 100 mil (R$ 412 mil) por sinalizadores, venda de ingressos no dia e a exibição de um bandeirão.

"Sigo estritamente o regulamento. Nem tem liberdade para fugir disso. Julgo dentro do código de acordo com minha consciência", contou o membro do tribunal disciplinar, Antônio Carlos Meccia, que diz que não houve instrução para endurecer as penas. Para ele, as penas são uma consequência natural do código mais duro. "Isso, sim, aumenta a pena pelo regulamento para evitar a bagunça que estava."

Os casos de reincidência têm gerado penas maiores. O River Plate, por exemplo, sofreu essa multa de US$ 200 mil depois de já ter sido punido anteriormente na competição. Além disso, o clube tinha protagonizado o caso de violência na final com o rival Boca Juniors em 2018.

As semifinais da Libertadores, por sinal, serão um teste para a nova postura da Conmebol. Nesta terça-feira, haverá o jogo na Bombonera entre os dois rivais argentinos sendo que o River é favorito à vaga. E, na quarta-feira, o Flamengo receberá o Grêmio no mesmo Maracanã onde houve uma balbúrdia na final da Sul-Americana em 2017. Há previsão de grandes esquemas de segurança para essas partidas.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Rodrigo Mattos