PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Flamengo não vê alteração em acerto com Inter por Gabigol após final

rodrigomattos

28/11/2019 04h00

O Flamengo até agora não vê nenhuma alteração na negociação encaminhada com a Inter de Milão por Gabigol. Ou seja, o clube italiano não fez uma nova pedida após a final da Libertadores. Como informou o blog do PVC, a Inter pretende pedir mais dinheiro para a contratação do atacante.

O planejamento financeiro rubro-negro para a temporada 2020 é de que há entre 15 e 20 milhões de euros carimbados para a contratação de Gabigol. Foi esse o valor acertado com a Inter de Milão pela maior parte dos direitos do atacante. Após a final da Libertadores, o clube italiano não sinalizou nova pedida até esta terça-feira. Gabigol, no entanto, ainda não deixou claro suas intenções, embora converse com o clube.

A Inter de Milão já quis pedir mais dinheiro para o mercado europeu no início do semestre e é provável que volte a tentar valores maiores com outros times. A questão é se vai aparecer algum clube disposto a pagar esse valor e que o jogador queira atuar.

Dito isso, se a negociação acabar com a saída do atacante, o Flamengo já tem um plano B: o dinheiro reservado no orçamento de 2020 será usado para a contratação de outro jogador no mesmo valor. Atualmente, o planejamento do departamento de futebol é investir o dinheiro que estaria disponível em um só jogador. Isso depende também de acertos sobre parcelamento de pagamentos, já que a previsão do valor destinado a Inter não é à vista.

O Flamengo tem um um montante considerável em caixa recebido de transações de jogadores durante o ano. Só que esse valor está em sua quase totalidade reservado para pagar contratações já feitas. Há um volume alto de parcelas a vencer em janeiro de 2020. Portanto, não é verba para novas aquisições.

Fora essa contratação pesada de Gabigol ou de outro atleta, o clube vai desacelerar investimentos em 2020 para poder reduzir a dívida após o aumento na atual temporada, resultado da montagem do time. Só se ocorrerem vendas de atletas que haverá outros gastos extras com contratações de alto nível.

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

Blog do Rodrigo Mattos