Topo
Blog do Rodrigo Mattos

Blog do Rodrigo Mattos

Categorias

Histórico

Por que a Conmebol demora para definir times no Mundial de Clubes 2021

rodrigomattos

12/10/2019 04h00

Em março deste ano, a Fifa anunciou o Mundial de Clubes em novo formato com 24 clubes para 2021. Passados seis meses, a Conmebol ainda não definiu qual o critério para classificação dos seis times do continente à competição. E a tendência é que só ocorra uma definição na próxima temporada.

Logo depois do anúncio do Mundial, o presidente da Conmebol, Alejandro Dominguez, indicou que colocaria os quatro campeões da Libertadores do quadriênio na competição, isto, aqueles que venceram de 2017 a 2020. Faltaria só definir mais duas vagas.

Mas aí começou uma pressão política sobre Dominguez por conta das vagas. Há federações de países que não têm vencido a Libertadores que questionam o fato de os campeões da Libertadores terem o direito a disputar dois Mundiais, tanto no ano que ganharam como em 2021. Na visão dessas federações, seria injusto o título dar duas vagas. Há outra questão que é a possibilidade de um time ganhar mais de uma vez a Libertadores no período, o que abriria outra vaga.

A partir dessa pressão, Dominguez congelou o assunto. Espera também a definição da UEFA sobre as suas oito vagas. E a federação europeia tem outro problema: convencer seus clubes filiados a disputar a competição já que a associação das agremiações ricas da Europa ameaçaram com um boicote. A Fifa tenta contornar a situação.

Neste cenário, membros da Conmebol analisam que ainda faltam dois anos para a realização do Mundial. Então, optou-se por deixar o assunto para depois. Será o Conselho da confederação sul-americana, composto pelas federações nacionais dos 10 países, que votará os critérios de classificação. Brasil e Argentina, que têm dominado a Libertadores, têm apenas dois votos, e há outras oito federações.

Na próxima semana, a Conmebol definirá a sede da final da Libertadores-2020. O Maracanã é favorito para ser escolhido porque a Conmebol: pesa a favor do estádio ser um ícone do futebol da América do Sul e do Mundo. Os concorrentes são a Arena Corinthians, Morumbi, Mineirão, Beira Rio e Arena Grêmio, o estádio de Rosário na Argentina e o de Lima. É praticamente certo que este jogo será no Brasil.

 

Sobre o Autor

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de “O Estado de S. Paulo” em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

Sobre o Blog

O objetivo desse blog é buscar informações exclusivas sobre clubes de futebol, Copa do Mundo e Olimpíada. Assim, pretende-se traçar um painel para além da história oficial de como é dirigido o esporte no Brasil e no mundo. Também se procurará trazer a esse espaço um olhar peculiar sobre personagens esportivas nacionais.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Rodrigo Mattos